Sua sala de TV nunca mais será a mesma

Uma revolução está em andamento  na sala de TV. A ampliação do acesso à internet banda larga e o surgimento de equipamentos capazes de integrar vários tipos de conteúdo, como vídeo, música, fotografia e texto, estão transformando este espaço num verdadeiro centro de entretenimento.
Rebatizada de Home Theather, a sala que abrigava televisão, DVD player e aparelho de som ganhou à internet e capacidade de processar imagens em FullHD e áudio de alta fidelidade. Graças a potentes microchips estes recursos estão disponíveis em alguns set-top boxes dos serviços de TV por assinatura, em videogames e até mesmo em blu-ray players. Vários modelos de tocadores de blu-ray já podem apresentar as músicas e vídeos que você guarda em seu computador, acessar sites como Youtube e Picasa, além de fazer a sua principal função, que é exibir filmes em alta definição.
Além da comodidade de ter tudo em um só lugar , esta tecnologia democratiza o espaço.  Cinéfilos, apreciadores de música, gamers ou internautas têm cadeira cativa no Media Center – maneira como o local está sendo chamado pelos entusiastas desta nova forma de lazer.

Mas para que você aproveite o melhor desta revolução, eis algumas dicas. Acompanhe:

Sala – Se você está mudando de residência, não deixe para pensar no Media Center por último. Para você tirar o máximo do espaço é muito importante pensá-lo desde o início do projeto. Converse com seu arquiteto, decorador de interiores ou mesmo com a construtora do imóvel. No caso da residência onde você mora atualmente, procure analisar se a sua atual sala de TV – ou Home Theater –permite a substitição ou atualização dos equipamentos. Às vezes uma pequena reforma resolve. O espaço deve ser suficiente para acomodar com conforto as pessoas que residem na casa e alguns convidados. O grupo deve poder ficar a uma distância agradável da tela e estar “envolvido” pelas caixas de som, no caso de você instalar um sistema de áudio surround, com seis, oito ou até mesmo dez caixas acústicas.

Conjunto estofado Juno, lançamento da Estofados Jardim, especialmente criado para Home Theather

Mobiliário – a tela e as caixas acústicas frontais e traseiras podem ser fixadas nas paredes, o que aumenta o espaço útil da sua sala. Mas os demais equipamentos devem ser dispostos em um rack que permita fácil acesso se houver a necessidade de alterar alguma conexão. Procure também adquirir um móvel que não restrinja a circulação do ar na parte de cima e nas laterais dos equipamentos. Alguns possuem processadores e transformadores que aumentam bastante de temperatura durante o uso e precisam ser refrigerados corretamente. Para as pessoas sentarem, um sofá que tenha extensões para apoiar ou pés ou chaise-longues são ideias. Encostos articulados são garantia de conforto. Mas cuide para não colocar os móveis em um ângulo muito aberto, o que dificulta a visualização da tela.

Luminosidade – evite instalar a tela em um lugar onde há incidência direta de luz natural ou mesmo de alguma lâmpada. Isso prejudicará muito a qualidade final da imagem. Para isso, verifique ao longo de um dia todo como a luz se comporta. Se não for possível isolar completamente a tela da luminosidade, instale uma cortina e um black-out para você ter melhor controle. Vale a pena.

Fonte: HT Forum, Sound & Vision Magazine e HT Forum

Deixe seu comentário