BLOG

Mudança de ares

O que faz você se sentir bem ao entrar em casa? Certamente que um ambiente limpo, organizado e com uma decoração de bom gosto ajudam a criar uma atmosfera aconchegante para recarregar as baterias depois de um exaustivo dia de trabalho. A escolha cuidadosa de móveis, de artigos de decoração, a pintura ou o papel de parede, as cortinas e vasos são fundamentais para gerar bem-estar, mas se todos esses elementos não estiverem harmonizados entre si e dispostos da maneira correta em cada ambiente, todo o dinheiro investido na decoração pode não criar o efeito desejado. Isso acontece porque sem querer acabamos trancando ou então criando obstáculos ao fluxo de energia dentro de casa.

Assim como a acupuntura desbloqueia a energia em nosso corpo, a tradição milenar chinesa do Feng Shui pode ser uma preciosa ferramenta para potencializar as boas energias e transformar a atmosfera dos ambientes que vivemos. O princípio é trazer o equilíbrio através dos cinco elementos da natureza: água, fogo, terra, madeira e metal.

Uma maneira muito simples de aplicá-los é utilizar o Ba Guá, uma figura octogonal que é um guia básico do Feng Shui de origem tibetana.

Para encaixar o Ba Guá em plantas quadradas ou retangulares basta esticar as linhas da figura até o final da planta.

Nele estão os oito aspectos básicos da vida, chamados por essa tradição de guás: trabalho, amigos, criatividade/filhos, relacionamentos, sucesso, prosperidade, família/saúde e espiritualidade. Os especialistas nessa técnica dizem que quando equilibramos essas áreas com as forças benéficas da natureza, podemos alcançar a prosperidade, saúde e felicidade.

Aplicando o Ba Guá no centro da planta baixa, posicionando sempre a área do trabalho apontada para a entrada principal da casa (e de cada andar em um sobrado), é possível definir quais vibrações você quer priorizar e ainda corrigir um fluxo deficiente do ch’i (a energia vital) nos ambientes. Para isso basta utilizar objetos, cores, formas e plantas correspondentes a cada um dos guás.

Abaixo há um guia com as informações básicas de cada área. A dica é conciliá-las com o gosto de todos os habitantes da casa, afinal o objetivo é gerar conforto, bem-estar e harmonia.

Alice Duarte
Jornalista DRT-PR 4624